O Sétimo Livro Profético

Joel, o sétimo dos dezessete livros proféticos (de Isaías a Malaquias). Desastre atinge o reino do sul de Judá sem aviso prévio. Uma sinistra nuvem negra desce sobre a terra – os temíveis gafanhotos. Em questão de horas, tudo que era verde foi destruído.

Joel, porta-voz de Deus durante o reinado de Joás (835-796 a.C.), aproveita esta ocasião para proclamar a mensagem de Deus. Embora a praga de gafanhotos tenha sido um julgamento terrível para o pecado, os futuros julgamentos de Deus durante o dia do Senhor não serão comparáveis. Naquele dia, Deus destruirá Seus inimigos, mas trará bênçãos incomparáveis para aqueles que fielmente O obedecerem.

O nome hebraico Yo’el significa “Yahweh é Deus”. Esse nome é apropriado ao tema do livro, que enfatiza o trabalho soberano de Deus na história. Os cursos da natureza e das nações estão em sua mão.

O equivalente grego é Ioel e o latim é Joel.

Autor

O Livro de Joel afirma que o seu autor foi o profeta Joel (Jl 1:1).

Quando foi escrito

O livro de Joel foi provavelmente escrito entre 835 e 800 AC.

Esboço

O tema principal do livro de Joel é o Dia do Senhor, um dia da ira e do juízo de Deus. Este é o dia em que Deus revela os Seus atributos de poder, ira e santidade, e é um dia terrível para Seus inimigos.

  • No primeiro capítulo, o Dia do Senhor é vivido historicamente pela praga de gafanhotos sobre a terra.
  • Capítulo 2:1-17 é um capítulo de transição em que Joel usa a metáfora da praga de gafanhotos e da seca para renovar um apelo ao arrependimento.
  • Capítulos 2:183:21 descreve o Dia do Senhor em termos escatológicos e atende à chamada ao arrependimento com as profecias de restauração física (2:21-27), restauração espiritual (2:28-32) e restauração nacional (3:1-21).

Propósito

A nação de Judá, o cenário para o livro, é devastada por uma horda de gafanhotos. Essa invasão de gafanhotos destrói tudo — os campos de trigo, as vinhas, os jardins e as árvores. Joel descreve simbolicamente os gafanhotos como um exército humano marchando e enxerga tudo isso como julgamento divino sobre a nação por seus pecados.

O livro é destacado por dois grandes eventos. Um deles é a invasão de gafanhotos e o outro é a efusão do Espírito. A realização inicial deste evento é citado por Pedro em Atos 2 como tendo acontecido no dia de Pentecostes.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions