O Segundo Livro Profético

Jeremias, o segundo dos dezessete livros proféticos (de Isaías a Malaquias), é a profecia de um homem chamado divinamente em sua juventude da cidade de Anatote. Um profeta de coração partido com uma mensagem de partir o coração, Jeremias trabalha por mais de quarenta anos proclamando uma mensagem de perdição para o povo de Judá de dura cerviz. Desprezado e perseguido por seus compatriotas, Jeremias banha suas duras profecias em lágrimas de compaixão.

Seu coração partido faz com que ele escreva um livro quebrantado, que é difícil de organizar cronologicamente ou topicamente. Mas através de seus sermões e sinais ele declara fielmente que a entrega à vontade de Deus é a única maneira de escapar da calamidade.

Yirmeyahu ou Yirmeyah significa literalmente “Yahweh Lança/Arremessa”, talvez no sentido de estabelecer um fundamento. Pode efetivamente significar “Yahweh estabelece, designa ou envia”.

A forma grega do nome hebraico na Septuaginta é Hieremias, e a forma latina é Jeremias.

Autor

Jeremias 1:1 identifica o profeta Jeremias como o autor do Livro de Jeremias.

Quando foi escrito

O Livro de Jeremias foi escrito entre 630 e 580 AC.

Esboço

O Livro de Jeremias é essencialmente uma mensagem de julgamento sobre Judá por sua idolatria desenfreada (Jr 7:30-34, 16:10-13, 22:9; 32:29; 44:2-3).

Após a morte do rei Josias, o último rei justo, a nação de Judá tinha quase completamente abandonado a Deus e Seus mandamentos. Jeremias compara Judá a uma prostituta (Jr 2:20; 3:1-3).

Deus havia prometido que julgaria idolatria mais severamente (Lv 26:31-33, Dt 28:49-68) e Jeremias estava alertando Judá de que o julgamento de Deus estava próximo. Deus tinha libertado Judá da destruição em inúmeras ocasiões, mas a Sua misericórdia estava no fim.

Jeremias registra o rei Nabucodonosor conquistando e dominando Judá (Jr 24:1). Depois de mais rebelião, Deus trouxe Nabucodonosor e os exércitos da Babilônia de volta para destruir e desolar Judá e Jerusalém (Jr 52).

Mesmo no julgamento mais severo, Deus promete a restauração de Judá de volta à terra que Deus tinha lhe dado (Jr 29:10).

Pode ser dividido da seguinte forma:

  1. Vocação de Jeremias (1:1-19)
  2. Mensagem conta Judá e Jerusalém (2:125:38)
  3. Relatos autobiográficos e anúncios de salvação (26:145:5)
  4. Mensagens contra as nações pagãs (46:151:64)
  5. Apêndice: a queda de Jerusalém (52:1-34)

Propósito

O Livro de Jeremias registra as profecias finais sobre Judá, advertindo-lhe sobre a destruição que se aproxima se a nação não se arrepender. Jeremias clama à nação para que se volte a Deus. Ao mesmo tempo, Jeremias reconhece a inevitabilidade da destruição de Judá devido à sua idolatria e imoralidade impenitente.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions