O Décimo Terceiro Livro Profético

Habacuque, o décimo terceiro dos dezessete livros proféticos (de Isaías a Malaquias). ministra durante os “espasmos da morte” da nação de Judá. Embora repetidamente chamado ao arrependimento, a nação teimosamente se recusa a mudar seus caminhos pecaminosos.

Habacuque, conhecendo a dureza de coração de seus compatriotas, pergunta a Deus quanto tempo essa condição intolerável pode continuar. Deus responde que os babilônios serão Sua vara de castigo sobre a nação – um anúncio que coloca o profeta de joelhos. Ele reconhece que os justos de qualquer geração viverão pela fé (2:4), não pelo vê. Habacuque conclui louvando a sabedoria de Deus, embora ele não entenda completamente os caminhos de Deus.

Habacuque é um nome hebraico incomum derivado do verbo habaq, “abraço”. Assim, seu nome provavelmente significa “Aquele que abraça” ou “Agarra”. No final de seu livro, esse nome se torna apropriado porque Habacuque se apega firmemente a Deus do que acontece com sua nação (3:16-19).

O título grego na Septuaginta é Ambakouk, e o título em latim na Vulgata de Jerônimo é Habacuc.

Autor

Habacuque 1:1 identifica o livro de Habacuque como sendo um oráculo do profeta Habacuque.

Quando foi escrito

O livro de Habacuque foi provavelmente escrito entre 610 e 605 aC.

Esboço

  • Diálogo entre Habacuque e Deus (1:12:5)
    • Habacuque queixa-se da injustiça (1:1-4)
    • Resposta de Deus, Judá será castigado (1:5-11)
    • Intercessão de Habacuque (1:12-17)
    • Resposta de Deus: o castigo virá, mas o justo viverá pela fé (2:1-5)
  • Cinco ais sobre os caldeus (2:6-20)
  • Oração de Habacuque (3:1-19)

 

Propósito

Habacuque estava se perguntando por que Deus estava permitindo que seu povo escolhido sofresse nas mãos de seus inimigos. Deus responde e a fé de Habacuque é restaurada.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions