O Segundo Livro do Pentateuco

O livro de Êxodo é o segundo livro da Bíblia e do Pentateuco. É o registro do nascimento de Israel como nação. Dentro do “ventre” protetor do Egito, a família israelita de setenta membros rapidamente se multiplica. Na hora certa, acompanhada de severas “dores de parto”, uma nação pequena, com um número entre dois e três milhões de pessoas, é trazida ao mundo onde é divinamente protegida, alimentada e nutrida.

O título hebraico, We’elleh Shemoth, “Agora estes são os nomes”, vem da primeira frase em 1:1. Êxodo começa com “Agora” para mostrá-lo como uma continuação do Gênesis.

O título grego é Exodus, uma palavra que significa “sair”, “partir”. A Septuaginta usa essa palavra para descrever o livro por seu evento-chave (Êx 19:1, “saiu adiante”). Em Lucas 9:31 e em 2 Pedro 1:15, a palavra êxodo fala da morte física (Jesus e Pedro). Isso incorpora o tema da redenção de Êxodo, porque a redenção é realizada somente através da morte de Cristo.

O título em latim é Liber Exodus, “Livro da Partida”, retirado do título grego.

Autor

Moisés foi o autor do Livro de Êxodo (Êx 17:14; 24:4-7; 34:27).

Quando foi escrito

O livro de Êxodo foi escrito entre 1440 e 1400 AC.

Esboço

Não há consenso unânime entre os estudiosos sobre a estrutura do Êxodo. Uma forte possibilidade é que a obra seja um díptico (ou seja, uma obra em duas partes), com a divisão entre as partes 1 e 2 na travessia do Mar Vermelho ou no começo da teofania (“aparição de Deus”) no capítulo 19. Segundo esta tese, a primeira parte conta como Javé resgatou seu povo do Egito e os levou pelo deserto até o monte Sinai (capítulos 1 a 19) e a segunda, a aliança entre Javé e o povo (capítulos 20 a 40).

Propósito

A palavra “êxodo” significa partida. No tempo definido por Deus, o êxodo dos israelitas do Egito marcou o fim de um período de opressão para os descendentes de Abraão (Gn 15:13), e o início do cumprimento da promessa da aliança com Abraão que seus descendentes não só viveriam na Terra Prometida, mas também se multiplicariam e se tornariam uma grande nação (Gn 12:1-3,7). O objetivo desse livro pode ser definido como delinear o crescimento rápido dos descendentes de Jacó, do Egito ao estabelecimento da nação teocrática em sua Terra Prometida.

Localização

Egito e Israel.

Nomes de Deus

No livro de Êxodo encontramos alguns dos principais nomes da Deus:

  1. YHWH / Yahweh / Jeová: “Senhor”, “Eu sou quem eu sou” (Êx 3:14, Dt 6:4, Dn 9:14)
  2. Jeová-Rafa: “O Senhor sara” (Êx 15:26)
  3. Jeová-Nissi: “O Senhor é minha bandeira” (Êx 17:15)

Fontes