O Livro da Revelação

Assim como Gênesis é o livro dos inícios, Apocalipse ou Revelação é o livro da consumação. Nele, o divino programa de redenção é realizado e o santo nome de Deus é vindicado antes de toda a criação. Embora existam numerosas profecias nos Evangelhos e nas Epístolas, o Apocalipse é o único livro do Novo Testamento que se concentra principalmente em eventos proféticos. Seu título significa “desvelar” ou “revelar”. Assim, o livro é uma revelação do caráter e planos de Deus.

Escrito por João durante o seu exílio na ilha de Patmos, o Apocalipse centra-se em torno de visões e símbolos do Cristo ressuscitado, que sozinho tem autoridade para julgar a terra, para refazê-la e para governá-la em retidão.

O título deste livro no texto grego é Apokalypsis Ioannou, “Revelação de João”. Também é conhecido como o Apocalipse, uma transliteração da palavra Apokalypsis, que significa “desvendar”, “divulgação” ou “revelação”. O livro é uma revelação daquilo que de outra forma não poderia ser conhecido. Um título melhor vem do primeiro verso: Apokalypsis Iesou Christou, “Revelação de Jesus Cristo”. Isto poderia ser tomado como uma revelação que veio de Cristo ou como uma revelação que é sobre Cristo – ambos são apropriados. Por causa do conteúdo unificado deste livro, ele não deve ser chamado de Revelações no plural.

Autor

Apocalipse 1:1,4,9 e 22:8 especificamente identificam o apóstolo João como o seu autor.

Quando foi escrito

O livro do Apocalipse foi provavelmente escrito entre os 90 e 95 dC.

Esboço

  • Prólogo (1:1-8)
  • Uma visão de Cristo (1:9-20)
  • As cartas às sete igrejas
  • A visão do livro selado com sete selos
    • Deus no seu trono no céu (4:1-11)
    • O livro e o Cordeiro (5:1-14)
    • Os sete selos são quebrados (6:18:5)
  • A visão das sete trombetas (8:611:19)
  • Os sinais simbólicos
    • A visão da mulher e do dragão (12:1-18)
    • A visão das duas bestas (13:1-18)
    • Os cento e quarenta e quatro mil (14:1-5)
    • As mensagens dos três anjos (14:6-13)
    • A colheita do fim dos tempos (14:14-20)
  • A visão dos sete flagelos (15:116:21)
  • A visão de Babilônia, a grande meretriz
  • Outras visões
  • O novo céu, a nova terra e a nova Jerusalém (21:122:5)
  • Conclusão e bênção (22:6-21)

Propósito

A Revelação de Jesus Cristo foi dada a João por Deus “para mostrar aos seus servos o que em breve há de acontecer.” Este livro é cheio de mistérios sobre coisas que virão. É o último aviso de que o mundo certamente terminará e que o julgamento é certo. Dá-nos um pequeno vislumbre do céu e de todas as glórias que aguardam aqueles que mantêm as suas vestes brancas.

O livro de Apocalipse leva-nos através da grande tribulação, com todas as suas aflições, e do fogo final que todos os infiéis terão de enfrentar pela eternidade. O livro recorda a queda de Satanás e a condenação que o aguarda juntamente com seus anjos. Vemos também as tarefas de todas as criaturas e anjos do céu, assim como as promessas dos santos que viverão para sempre com Jesus na Nova Jerusalém. Como João, é difícil encontrar palavras para descrever o que lemos no livro do Apocalipse.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions