O Sétimo Livro Histórico

Segundo Reis, o sétimo dos doze livros históricos (de Josué a Ester) continua o drama iniciado em Primeiro Reis – a trágica história de duas nações em rota de colisão com o cativeiro.

O autor sistematicamente traça os monarcas reinantes de Israel e Judá, primeiro levando adiante a história de uma nação, e depois refazendo o mesmo período para a outra nação. Dezenove reis rebeldes consecutivos dominam Israel, levando ao cativeiro da Assíria.

O quadro é um pouco mais claro em Judá, onde reis piedosos surgem ocasionalmente para reformar os males de seus predecessores. No final, porém, o pecado supera a justiça e Judá é levado para a Babilônia

Autor

O Livro de 2Reis não cita especificamente o nome do seu autor. A tradição é que ele foi escrito pelo profeta Jeremias.

Quando foi escrito

O Livro de 2Reis, assim como 1Reis, foi provavelmente escrito entre 560 e 540 AC.

Esboço

Mais do que uma relação pormenorizada de acontecimentos, estes livros fornecem uma reflexão crítica sobre a história do povo e dos reis que o governaram: a fidelidade a Deus leva à bênção; a infidelidade leva à maldição, à ruína e ao exílio (2Rs 17:7-23).

O templo e os profetas têm um papel importante nessa história. O Templo é o lugar da reunião de todo o povo para o encontro com Deus. A reforma de Josias procura reunir novamente todo o povo a partir do culto no Templo (2Rs 22:23). Os profetas são aqueles que mantêm viva a consciência do povo, os vigias das relações sociais e os grandes críticos da ação política dos reis. Sua intenção de fazer respeitar a justiça e o direito está sempre em primeiro plano, e eles se ocupam tanto de religião como de moral e política, pois tudo deve estar submetido a Deus, o único rei sobre o povo (Is 6:5; Is 44:6; Zc 14:16).

As decepções com a monarquia se multiplicaram e, com a queda dos reinos de Israel e de Judá, volta o antigo ideal igualitário das tribos, formulado agora por Jeremias como Nova Aliança: uma sociedade sem mediações, na qual o próprio povo governa a si mesmo, graças ao conhecimento de Deus (Jr 31:31-34).

Resumo dos reis de Judá e Israel

Rei Atitude Cidade de reinado Anos de reinado
Saul no começo bom, depois mau Não era dividida 40 anos
Davi bom Não era dividida 40 anos
Roboão mau (separação das tribos) Judá 17 anos
Abias de Judá mau Judá 3 anos
Jeroboão mau Israel 21 anos (931-910/9AC)
Asa bom Judá 41 anos
Nadab Israel 2 anos (910-909AC)
Baasa Israel 22 anos (909/8-886AC)
Jeosafá bom Judá
Ela Israel 2 anos (886/5-885AC)
Zimri Israel 7 dias (885/4AC)
Omri Israel 11 anos (885/4-874AC)
Acabe mau Israel 21 anos (874/3-853AC)
Jeorão mau Judá
Acazias mau Israel 2 anos (853-852AC)
Jorão Israel 11 anos (852-841)
Jeú Israel 28 anos (841-813)
Joacaz Israel 16 anos (813-797)
Joás Israel 15 anos (797-782AC)
Jeroboão II Israel 29 anos (782/1-753)
Zacarias Israel 6 meses (753AC)
Salum Israel 1 mês (753/2AC)
Menahem Israel 11 anos (753/2-742AC)
Pecahia Israel 2 anos (742/1-740AC)
Pecah Israel 9 anos (740/39-731AC)
Oseias Israel 9 anos (731-722)
Joás no começo bom, depois mau Judá
Amazias no começo bom, depois mau Judá
Uzias no começo bom, depois mau Judá
Jotão bom Judá
Acaz mau Judá
Ezequias bom Judá
Manassés no começo bom, depois mau Judá
Amom mau Judá
Josias bom Judá
Jeoiaquim mau (cativeiro para a Babilônia) Judá
Zedequias mau Judá

Propósito

O Livro de 2 Reis é uma continuação do livro de 1 Reis. Ele continua a história dos reis durante o reino dividido (Israel e Judá). O Livro de 2 Reis termina com a derrota final e deportação do povo de Israel e Judá para Assíria e Babilônia, respectivamente.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions