A Quarta Epístola Universal

A Segunda Carta de Pedro, a quarta das oito cartas universais (de Hebreus a Judas). A Primeira Epístola de Pedro lida com problemas externos; A Segunda de Pedro lida com problemas internos. Pedro escreve para advertir os crentes sobre os falsos mestres que estão vendendo doutrinas prejudiciais. Ele começa instando-os a vigiar de perto suas vidas pessoais. A vida cristã exige diligência na busca da excelência moral, conhecimento, autocontrole, perseverança, piedade, bondade fraternal e amor altruísta.

Em contraste, os falsos mestres são sensuais, arrogantes, gananciosos e cobiçosos. Eles zombam do pensamento do julgamento futuro e vivem suas vidas como se o presente fosse o padrão para o futuro. Pedro lembra-lhes que, embora Deus possa ser longânimo no envio de julgamento, em última análise, ele virá. Em vista desse fato, os crentes devem viver uma vida de piedade, irrepreensibilidade e firmeza.

A declaração de autoria em 1:1 é muito clara: “Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo”. Para distinguir esta epístola da primeira de Pedro, foi dado o título grego Petrou B, a “Segunda de Pedro”.

Autor

2Pedro 1:1 declara especificamente que o apóstolo Pedro foi o seu autor. A autoria de Pedro do livro de 2Pedro tem sido questionada mais do que qualquer outro livro no Novo Testamento. No entanto, nós, assim como os pais da igreja primitiva, não encontramos nenhuma boa razão para rejeitá-la.

Quando foi escrito

O livro de 2Pedro foi escrito no final da vida de Pedro. Já que Pedro foi martirizado em Roma durante o reinado de Nero, sua morte deve ter ocorrido antes de 68 dC. Ele muito provavelmente escreveu 2Pedro entre 65 e 68 DC.

Esboço

  • Prefácio e saudação (1.1-2)
  • Implicações do pleno conhecimento de Cristo (1.3-15)
  • A palavra profética mais segura (1.16-21)
  • O surgimento de falsos mestres (2.1-3)
  • O Senhor livra os piedosos e reserva os injustos para o juízo (2.4-11)
  • A perversidade dos falsos mestres (2.12-22)
  • A certeza da vinda do Dia do Senhor (3.1-13)
  • Exortação à fidelidade e ao crescimento em Cristo (3.14-18)

Propósito

Pedro ficou alarmado que falsos mestres estavam começando a infiltrar-se nas igrejas. Ele fez um chamado aos cristãos para crescerem e tornarem-se fortes em sua fé, a fim de detectarem e combaterem a crescente apostasia. Ele enfatizou fortemente a autenticidade da Palavra de Deus e a certeza do retorno do Senhor Jesus.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions