A Oitava Epístola Paulina

A Primeira Carta de Paulo aos Tessalonicenses, a oitava das treze cartas de Paulo (de Romanos a Filemom [com Hebreus são quatorze, veja mais]), o Apóstolo Paulo tem muitas lembranças agradáveis dos dias que passou com a pequena igreja tessalônica. Sua fé, esperança, amor e perseverança diante da perseguição são exemplares. Os trabalhos de Paulo como pais espirituais para a igreja nascente foram ricamente recompensados, e sua afeição é visível em todas as linhas de sua carta. Paulo os encoraja a sobressair em sua nova fé, a aumentar seu amor uns pelos outros e a se alegrar, orar e dar graças sempre. Ele encerra sua carta com instruções sobre o retorno do Senhor, cujo advento significa esperança e consolo para os crentes vivos e mortos.

Como esta é a primeira das duas cartas canônicas de Paulo para a igreja em Tessalônica, recebeu o título de Pros Thessalonikeis A, a “Primeira aos Tessalonicenses”.

Autor

1Tessalonicenses 1:1 indica que o livro foi escrito pelo apóstolo Paulo, provavelmente junto com Silas e Timóteo.

Quando foi escrito

O livro de 1Tessalonicenses foi escrito em cerca de 50 dC.

Esboço

  • Prefácio e saudação (1:1-10)
  • Ministério de Paulo em Tessalônica
    • Lembranças do ministério em Tessalônica (2:1-16)
    • Razões para o envio de Timóteo (2:173:5)
    • Timóteo retorna trazendo boas notícias (3:6-13)
  • Diversas exortações
    • Exortação à santificação e ao amor fraternal (4:1-12)
    • Duas perguntas quanto à vinda de Cristo (4:135:11)
    • Responsabilidades sociais e obrigações espirituais (5:12-24)
  • Saudação e bênção (5:25-28)

Propósito

Na igreja de Tessalônica havia alguns mal-entendidos sobre o retorno de Cristo. Paulo desejava esclarecê-los em sua carta. Ele também a escreve como uma instrução a uma vida santa.

 

Fontes

  • Introdução traduzida de New King James Version® Copyright © 1982 by Thomas Nelson
  • Got Questions